O WhatsApp anunciou, esta terça-feira, que o número de utilizadores mensais subiu para 700 milhões, tornando-se agora na aplicação de serviços de mensagens instantâneas com mais utilizadores a nível mundial.

Com mais 100 milhões de utilizadores mensais desde agosto, o WhatsApp ultrapassou todas as aplicações de serviço de mensagens instantâneas, incluindo o Facebook Messenger, assumindo-se ainda como uma constante alternativa às mensagens de texto para um grande número de pessoas.

Enquanto o WhatsApp ganhou novos 300 milhões de utilizadores num ano, o Facebook demorou ano e meio para passar dos 400 milhões para os 700 milhões de utilizadores mensais. De qualquer forma, Mark Zuckerber, o criador do Facebook e que comprou o WhatsApp por 22 mil milhões de dólares em outubro, não tem razões de queixa.

Em reuniões com investidores, segundo a AFP, o multimilionário afirmou que espera que o WhatsApp contribua para os fundos de base da empresa, mas só quando este atingir os mil milhões de utilizadores. Esta terça-feira Zuckerberg disse que esse objectivo não está longe.