As redes sociais vão passar a ter um «detetor de mentiras» para verificar os rumores que circulam nas redes sociais.

De acordo com a BBC, o projeto envolve várias universidades e empresas europeias e começou a ser pensado depois dos conflitos em Londres em 2011.

O sistema vai analisar em tempo real se a publicação é verdadeira e vai identificar a conta ou perfil de uma rede social que foi criada apenas para espalhar informações falsas.

Os dados analisados vai incluir as publicações no Twitter e no Facebook e os comentários nos fóruns.

O objetivo do sistema é ajudar organizações a responder de forma mais efetiva a novos acontecimentos.