Uma fotografia publicada no Facebook esta terça-feira, revela que Mark Zuckerberg tapa o microfone e a webcam do computador portátil com fita-adesiva.

O objetivo é impedir que hackers que consigam invadir o computador ativem a captura de vídeo ou áudio para espiar o utilizador.

A imagem foi partilhada a propósito do crescimento do Instagram, adquirido pelo Facebook em 2012, que chegou aos 500 milhões de utilizadores. No entanto, os seguidores mais atentos do criador do Facebook prestaram maior atenção a este pormenor.

Segundo a Sky News, o diretor do FBI, James Comey, utiliza a mesma tática para se precaver dos olhares curiosos.

Coloco um pouco de fita-cola sobre a câmara porque vi que alguém mais esperto o fazia”, afirmou.

Não se sabe, contudo, se Zuckerberg se estava a prevenir de alguma ameaça específica. Nalguns casos, os piratas informáticos conseguem ativar a câmara e o microfone do computador sem ativar a luz que, em circunstâncias normais, indica que estes estão em atividade.

Talvez seja paranóia, mas Mark Zuckerberg tem razões para temer os hackers. Há duas semanas, as suas contas de Twitter e Pinterest foram invadidas. A razão parece ser simples, já que o fundador do Facebook cometeu um erro “básico” no que toca à escolha de uma palavra-passe: além de curta era usada em várias plataformas.