Os cientistas descobriram uma forma de regenerar dentes através da urina. Embora essa realidade possa ainda estar longe. Uma equipa de chineses, no Instituto de Biomedicina e Saúde de Guangzhou, usou urina como ponto de partida para a investigação e o resultado não é ficção.

Os resultados, publicados no site especializados em ciência «Cell Regeneration», mostraram que a urina pode ser usada como fonte de células estaminais que podem tornar-se em pequenas estruturas parecidas com dentes.

O estudo surge numa altura em que são várias as equipas em todo o mudo que trabalham em métodos de criação de dentes para repor os que se perdem com a idade ou a má higiene dentária, refere a BBC.

Nos testes, os cientistas misturaram células estaminais com outros materiais provenientes de ratos de laboratório e implantaram a solução nos roedores.

Quanto às conclusões, os cientistas afirmam que depois de três semanas começou a desenvolver-se um dente. «A estrutura continha polpa dentária, dentina e esmalte». Contudo, a dureza não era tão forte como a dos dentes naturais.

Esta pesquisa ainda não pode levar a novas opções para os dentistas, mas os investigadores prometem novos estudos.