Se deseja ter mais sucesso com o sexo feminino, então vai querer começar a comer alho antes de um encontro amoroso. Esta é a dica dos cientistas, que descobriram que os homens que incorporam mais este alimento nas suas dietas são preferidos pelas mulheres.

E tem tudo a ver com o odor. Apesar de poder causar mau hálito, um novo estudo da Universidade de Stirling, na Escócia, e da Universidade Charles, na Republica Checa, provou que o alho modifica o cheiro corporal dos homens e que o sexo feminino o considera mais atraente.

Os investigadores acreditam que esta preferência pode ter sido uma evolução genética, uma vez que o consumo de alho pode indicar uma alimentação mais saudável. Este alimento é altamente nutritivo, com propriedades antibióticas, antivirais e antifúngicas, podendo ajudar em constipações, melhorar a tensão arterial elevada e, até, alguns tipos de cancro.

Para além disto, a investigação sugere que, com alho, o suor masculino cheira também, de facto, melhor. As propriedades antibacterianas do alho reduzem a quantidade de micróbios nas axilas, que causam o mau odor.
 

“Os nossos resultados indicam que o consumo de alho pode ter efeitos positivos no odor corporal, talvez por causa dos efeitos na saúde. Numa perspetiva evolutiva, a formação de preferências associada a odores corporais pode ter sido criada como meio para a seleção sexual. Alguns estudos indicam que muitas espécies de animais usam a dieta para selecionar parceiros que estão em boa condição física”, esclareceram os cientistas, citados pelo The Telegraph.


Para o estudo, os investigadores pediram a 42 homens que comessem alho e colhessem amostras de suor. Depois, 82 mulheres tiveram a tarefa de cheirar o material recolhido e julgá-lo pela sua intensidade, masculinidade, atratividade e o seu nível de agrado.

Os resultados mostram que a grande maioria considerou “significativamente mais atraente e menos intenso” o cheiro dos homens quando comiam alho do que quando os mesmos homens não tinham ingerido este alimento.

O sexo feminino preferiu também o odor dos homens que tinham comido maiores quantidades de alho. Os homens que tinham ingerido 12 gramas foram preferidos aos que tinham comido apenas seis.