Uma destilaria japonesa vai enviar várias amostras de whisky para o espaço para envelhecerem durante vários anos na Estação Espacial Internacional (EEI), esperando desenvolver uma bebida mais suave, informou hoje o jornal Asahi.

O grupo japonês de bebidas Suntory enviará a bebida a bordo de uma nave espacial de carga não tripulada HTV5, também denominada “Konotori 5” (Cegonha branca).

O lançamento ocorrerá no próximo dia 16 de agosto no centro espacial de Tanegashima, no sudeste do país, indicou o Asahi.

No total, seis tipos de whisky produzidos pela destilaria nipónica serão enviados para a EEI, entre as quais constam amostras de dez, dezoito e vinte um anos e ainda alguns licores que não tenham sido submetidos ao processo de envelhecimento.

Os compostos mudarão a bordo da estação espacial durante vários anos antes de regressarem à Terra, disse o fabricante.

Por não haver gravidade no espaço, a influenciar a mistura dos fluídos, as moléculas da água e do álcool poderão juntar-se mais facilmente proporcionando à empresa a hipótese de obter um whisky de sabor mais suave no seu retorno.

Uma vez que o objetivo do projeto é apenas aprender a desenvolver um uísque mais suave, a Suntory disse ao jornal japonês que a bebida envelhecida no espaço não será vendida ao público.