Um americano e dois astronautas russos regressaram esta quarta-feira à Terra. Para trás ficaram seis meses na Estação Espacial Internacional.

Um regresso com um sabor especial para Jeff Williamns, que agora detém o recorde americano de maior permanência no espaço: 534 dias, de acordo com a NASA, no Twitter.

Quinhentos e trinta e quatro dias, quase um ano e meio passado lá em cima, ao longo de quatro missões. Como o próprio diz, “vai sentir falta da vista”.

 

Jeff Williams, de 58 anos, está, contudo, ainda longe do recorde de Gennady Padalka, o russo que conseguiu estar 879 dias no espaço, como recorda a AFP.