Um grupo de especialistas criou o primeiro vírus informático capaz de destruir por completo um computador da Apple.

O trabalho de pesquisa foi realizado por dois consultores de segurança informática, Xeno Kovah, proprietário da LegbaCore, e Trammell Hudson, engenheiro de segurança cibernética.

O vírus, intitulado de Thunderstrike 2, tem a habilidade de alojar-se no computador sem ser detetado pelo sistema de antivírus.
 

“[O ataque é] muito difícil de detetar. É realmente complicado escapar”, afirmou Kovah, citado pelo Wired.


Os especialistas conseguiram descobrir falhas num dos sistemas operativos mais seguros do mundo digital, tendo concebido o vírus com o intuito de expor as vulnerabilidades dos produtos da Apple.

O vírus pode ser instalado sem Internet, através de redes sem fios, e-mails falsos e até mesmo por acessórios.

Os dois consultores vão apresentar o problema, esta quinta-feira, na conferência de segurança Black Hat, em Las Vegas. O objetivo é levar as empresas de tecnologia a preocuparem-se mais com a segurança dos dispositivos.

No entanto, pelo menos para já, não há risco para os clientes da Apple, uma vez que o vírus ainda só existe em laboratório.