A agência espacial europeia ESA vai financiar, com 750 mil euros, 50 projetos que apliquem a tecnologia espacial de observação da Terra a produtos ou serviços nas áreas dos transportes, ambiente, saúde, energia, segurança e agricultura.

O concurso, lançado no âmbito do programa Earth Observation Entrepreneurship Initiative, decorre até 19 de junho.

Segundo uma nota à comunicação social do Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, que coordena em Portugal um centro da ESA de incubação de empresas, as equipas selecionadas deverão desenvolver, durante três meses, uma proposta técnica e um plano de negócios.

Além do financiamento, 15 mil euros por projeto, os candidatos selecionados irão "aceder a dados, ferramentas e conhecimentos específicos para refinar o seu conceito e protótipo, tanto do ponto de vista técnico como do modelo de negócio".