O grupo segurador suíço Zurich Insurance lançou hoje um alerta às empresas para que estejam mais atentas face aos perigos ligados às ciber-ameaças.

Num comunicado, a Zurich Insurance indica ter identificado sete ciber-ameaças, que poderão ter como consequência um «choque sistémico» comparável à crise financeira de 2008.

O estudo mostra que mesmo os especialistas em ciber-segurança desconhecem como é que um tal risco se poderá propagar de uma empresa a outra para se transformar em sistémico.

O relatório sobre os riscos cibernéticos foi redigido em cooperação com o centro de análise Atlantic Council.

Foram identificados riscos relacionados com os colaboradores, fornecedores, cadeia de distribuição, alterações técnicas, externalização, infraestruturas e choques externos.

A Zurich considera que uma acumulação daqueles riscos pode ter consequências tão graves como as da crise financeira de 2008.

Os riscos agravam-se quando uma empresa confia a gestão do seu sistema informático a serviços externos.

«A Internet é o sistema mais complexo que o homem inventou. Durante os últimos decénios, ele mostrou a sua resistência, mas o risco reside na complexidade do sistema, que pode ser como um boomerang», disse Axel Lehmann, gestor de riscos na Zurich Insurance e presidente da divisão Europa do grupo.