O grupo informático Apple vendeu mais aparelhos iPhone no primeiro trimestre deste ano e cedeu à pressão para aumentar a remuneração dos acionistas, informou esta quarta-feira a empresa durante a divulgação dos resultados trimestrais.

Nos três primeiros meses do ano, que corresponde ao segundo trimestre do seu exercício contabilístico, a «marca da maçã» vendeu 43,71 milhões de aparelhos, mais 14% do que há um ano e acima dos 38,2 milhões esperados pelos analistas.

Estes números são a resposta do grupo aos detratores que o acusavam de ter perdido o encanto, mas não esclareceu se se devem à sua parceria com o maior operador de telecomunicações chinês, China Mobile, que começou a vender a sua gama de smartphones em janeiro.