A Apple apresentou lucros de 7,7 mil milhões de dólares (cerca de 6 mil milhões de euros) no terceiro trimestre fiscal de 2014.

Os resultados obtidos pelas vendas de iPhones e Macs levaram a que a empresa apresentasse receitas de cerca de 37,4 mil milhões de dólares (cerca de 28 mil milhões de euros).

Os resultados vão ao encontro das previsões iniciais da Apple. Se compararmos com o período homólogo de 2013, verificamos que as receitas cresceram 6% e o lucro acompanhou o ritmo, subindo para os 11,6%.

A venda de iPhones representa 52,7% das receitas, já que foram vendidos 35,2 milhões em todo o mundo. Já a venda de Macs e de iPads, em conjunto, é responsável por 30% das receitas.

O CEO da Apple, Tim Cook, e o novo CEO da empresa, Luca Maestri, explicaram, em comunicado, que as vendas de iPads estão a crescer tanto em países do Médio Oriente, como na China e na Índia. No entanto, em mercados saturados como o europeu e norte-americano, o volume total das vendas tem vindo a diminuir.