O fundo de inovação Digital News Initiative (DNI) atribuiu 5,8 milhões de euros a 21 projetos em Portugal desde 2015, de acordo com o relatório 2018 DNI Fund hoje divulgado pela Google.

O fundo DNI é um programa europeu da Google News (Google News Initiative dirigido ao jornalismo na Era digital, com um compromisso de 150 milhões de euros para iniciar e desenvolver projetos inovadores dentro do ecossistema de notícias.

Ao longo de quase três anos, "já foram autorizados 94 milhões de euros deste montante, sendo que a próxima ronda de financiamento está prestes a ser anunciada", refere a Google, em comunicado.

Hoje temos orgulho em anunciar o lançamento do 2018 DNI Fund Report [relatório de 2018 do fundo DNI] que destaca o impacto dos projetos financiados até ao momento", sendo que foram recebidos "mais de 4.800 candidaturas, convertendo-se em 461 projetos bem-sucedidos de 29 países e totalizando um financiamento de 94 milhões de euros", acrescenta.

"Levamos em conta que a execução leva o seu tempo e estamos agora a ver projetos que foram apresentados como ideias iniciais e que estão já desenvolvidos e implementados como soluções elegantes nas redações por toda a Europa", acrescenta, sublinhando que o relatório "apresenta projetos que têm feito progressos face aos quatro desafios-chave da indústria: combater a desinformação, contar histórias locais, aumentar as receitas digitais e explorar novas tecnologias".

No que respeita ao combate à desinformação, existem 31 projetos apoiados pelo fundo com 5,1 milhões de euros, enquanto o relato de histórias locais agrega 50 e o montante é de 13,2 milhões de euros.

No âmbito do aumento das receitas digitais, são financiados pelo fundo DNI 49 projetos (11,8 milhões de euros) e a exploração de novas tecnologias reúne 108 (21,5 milhões de euros).

Desde 2015, o fundo DNI já financiou 21 projetos portugueses, no valor total de 5,8 milhões de euros.

A título de exemplo, Espanha conta com 33 projetos, no montante de 8,2 milhões de euros, França tem 41 (10,2 milhões de euros) e a Alemanha 67 (14,9 milhões de euros).

A Grécia contabiliza oito projetos (1,8 milhões de euros) e a Itália 31 (7,8 milhões de euros).