Foi o próprio Dick Costolo a decidir abandonar o cargo de CEO (diretor-executivo) do Twitter e isso mesmo foi comunicado aos trabalhadores. O cargo vai ser assumido interinamente já a 1 de julho por Jack Dorsey, enquanto a empresa tenta encontrar uma solução permanente.

O lugar de Costolo tinha sido posto em causa nos últimos seis meses, devido ao fraco crescimento da rede social e um mau desempenho na bolsa, o que levou alguns investidores a exigir mudança.

A confirmação oficial surgiu, como é óbvio, através da rede social.
 
A notícia surge numa altura em que aumentam os rumores sobre a possibilidade do twitter poder ser comprador pela Google.Costolo era o CEO da empresa desde outubro de 2010, tendo substituído na altura o co-fundador Ev Williams.