Quando uma criança desaparece as autoridades lançam um alerta, mas este pode chegar tarde de mais. Sabendo que as primeiras horas do desaparecimento são cruciais, o Facebook criou o sistema, que usa a comunidade da rede social para passar a palavra sobre o desaparecimento e pedir informações a quem possa localizar a criança.

Uma versão mais antiga do “Child Rescue Alert” está já a ser utilizado pela Agência Nacional para o Crime, nos EUA, pela associação Missing People e pela empresa Groupall. Mas agora, sempre que houver um alerta de uma criança desaparecida no sistema, o Facebook vai mostrá-lo no topo do feed dos moradores ou das pessoas que estão no local em questão.

Para ajudar na procura, o sistema partilha também fotos, descrições e detalhes sobre o desaparecimento, assim como um número para onde os utilizadores podem ligar se tiverem alguma informação.

Para além disto, o sistema permite que o alerta seja partilhado em qualquer rede social instantaneamente.

“Temos assistido por todo o mundo, pessoas a unir-se em tempos de necessidade usando o Facebook – estes alertas vão tornar facilitar isto e ajudar a chegar a mais pessoas do que alguma vez foi possível”, afirmou Emily Vacher, uma porta-voz da rede social.