O professor de psicologia japonês Akiyoshi Kitaoke lançou o desafio no Facebook. “Quantos pontos consegue identificar na imagem?”. Em menos de 24 horas, a publicação já contava com 7 mil partilhas.

Conhecida como Ilusão da Extinção de Ninio, por causa do cientista francês Jacques Ninio, a imagem mostra uma grade de linhas horizontais, verticais e diagonais com 12 pontos pretos em diversas interseções.

A maioria das pessoas não consegue ver todos os 12 pontos ao mesmo tempo.

Um dia depois de Kitaoke publicar a imagem no Facebook, um conhecido criador de vídeo jogos norte-americano, Will Kerslake, relançou o desafio no Twitter e em poucas horas tinha 27 mil pessoas a interagirem com este quebra-cabeças.

É tudo uma questão de leitura cerebral

Quando o olho vê um padrão organizado de uma maneira específica, o cérebro pode não conseguir processar corretamente a imagem, por recolher informações através do uso de limiares de contraste nas diferentes áreas do campo visual.

Num artigo científico, o próprio Ninio explicou: "Quando os discos brancos numa grade cintilante são diminuídos e destacados em preto, tendem a desaparecer. A pessoa só consegue ver alguns deles ao mesmo tempo, em grupos que se movem erraticamente na página".

O responsável por desenvolver esta imagem destaca, ainda, que nas partes onde não se identificam os pontos, as linhas cinzas parecem contínuas, o que gera um cruzamento de cores acinzentadas que na maioria das vezes não é identificado.   

Um internauta decidiu editar a imagem e destacar os "famosos" pontos, para assim apresentar a solução deste desafio: