O Instituto de Psicologia Aplicada garante que mais de 70% dos jovens portugueses até aos 25 anos apresentam sintomas de estarem viciados na Internet e destes, 13% dos casos são mesmo graves.
  
Não largam o telemóvel ou o tablet ou o computador e podem demonstrar dores de cabeça ou irritabilidade como resultado da abstinência.  Os dependentes são sobretudo jovens do sexo masculino, que não têm um relacionamento amoroso e que frequentam o ensino secundário. 

O psicólogos asseguram que este é um vício que deve ser encarado como outra dependência qualquer como a do álcool, ou das drogas. Por isso, a solução não passa por retirar o computador ou desligar a Internet a estes jovens, mas antes implica um tratamento especializado.

O estudo do ISPA envolveu 900 jovens entre os 14 e os 25 anos.