Uma águia imperial, de nome Darshan, bateu um novo recorde no domingo, ao filmar o próprio voo a partir do edifício mais alto do mundo – o Burj Khalifa, no Dubai, com 830 metros de altura. Darshan é um exemplo de uma espécie ameaçada e que tem sido reabilitada com sucesso graças aos programas de conservação da natureza.

Em um minuto e meio a águia estava cá em baixo, no braço de um tratador. A iniciativa partiu da organização não-governamental  Freedom Conservation, em colaboração com a iniciativa  SOS-Save Our Species (em português Salvem as Nossas Espécies) e a UNESCO, para chamar a atenção para as aves ameaçadas.

Darshan levava no dorso uma minicâmara com 300 gramas e bateu o recorde do voo mais alto filmado por uma ave de rapina a partir de uma estrutura humana. O resultado é uma extraordinária visão da paisagem na perspetiva de um pássaro.