O Google comemora, esta segunda-feira, os 40 anos do famoso cubo de Rubik, o «cubo mágico», com um novo «doodle» interativo. Corria o dia 19 de maio, do ano de 1974, quando o húngaro Erno Rubik, professor na Universidade de Budapeste, criou aquele que viria a ser o brinquedo mais vendido de sempre.

O Cubo Mágico, que só viria a ganhar o nome do criador em 1980, quando a Ideal Toy Corp iniciou a comercialização, era primeiramente um auxiliar de ensino. Seis faces, nove quadrados e uma cor em cada uma delas. O plano de transformá-lo em brinquedo não estava na mente de Rubik, o professor de matemática que apenas queria ajudar os alunos a compreender melhor os princípios da geometria.





Agora, comemoram-se 40 anos de invenção. O cubo tornou-se virtual e marca presença esta segunda-feira no Google, nos chamados «doodles» do motor de busca. Com o rato é possível combinar os 54 quadrados em faces da mesma cor. Com a rapidez a depender da experiência e do engenho do utilizador.

O Doodle interativo da Google é um modelo do cubo de Rubik (3x3x3) que permite ao utilizador alterar a posição das colunas de forma a fazer coincidir as cores. O utilizador consegue fazer girar o cubo muito facilmente através de simples arrastamentos horizontais e verticais com o rato.

Foi também incorporado um contador de movimentos e de tempo que permite aos utilizadores visualizarem o resultado final e depois partilhar nas redes sociais favoritas, criando uma pequena competição entre os amigos.

Se precisar de um pouco de inspiração antes de experimentar o novo Doodle da Google, veja o vídeo do holandês Mats Valk que consegue resolver o cubo de Rubik (3x3x3) em apenas 5,55 segundos!