A quimica Stephanie Kwolek, inventora da fibra kevlar que se converteu no componente essencial para os coletes anti bala, morreu sexta-feira aos 90 anos, revelou a imprensa norte-americana.

Stephanie Kwolek inventou a kevlar quando trabalhava para a quimica DuPont na década de 1960 e morreu em Talleyville, Delaware, nordeste dos Estados Unidos depois de uma doença breve, revelou ao diário USA Today uma amiga, identificada como Rita Vasta.

A kevlar é uma fibra de alto rendimento, cinco vezes mais resistente que o aço em igual peso e que desde o seu lançamento no mercado em 1965 tem sido utilizada pelas forças de segurança e exércitos na produção de coletes anti bala e em instrumentos de proteção contra ataques de arma branca.