Podem vir a aumentar as horas no banho e, inevitavelmente, a fatura da água. Isto porque a pulseira Cicret, além de todo o prometido potencial tecnológico, também é impermeável.

A bracelete promete revolucionar o panorama dos smartphones, tablets e outros dispositivos do género, fazendo clara concorrência aos smartwatches, os relógios com telemóvel incorporado que já estão no mercado.

A Cicret promete comercializar os primeiros modelos no final deste ano. Até lá, os co-fundadores da empresa start-up continuam numa roda viva pelo mundo fora apresentando a sua pulseira.

À grande e à francesa

Nova Iorque é o destino, no próximo fim-de-semana, de Guillaume Pommier, que fundou a empresa com o seu pai, Pascal, programador informático e especialista em software. Antes, este ano, os representantes da Cicret estiveram em Pequim, na China, em maio, e numa conferência de tecnologia que decorreu em Munique, na Alemanha, no mês de janeiro.

Além de apresentar a bracelete, os empresários da Cicret procuram donativos para pôr em produção a sua invenção. A fiar pelo site da empresa, quem se chegar à frente até ao dia 15 de julho, poderá comprar a pulseira por apenas 250 euros, com desconto face ao preço indicativo de venda que será de 300 euros.

Os donativos variam entre os 10 e os 250 euros, o preço final para quem se antecipar a encomendar. O dinheiro adiantado será depois descontado no valor final da bracelete Cicret, cujas primeiras unidades serão para quem subsidiou o projeto.

Nos últimos meses, segundo informa a empresa, já foi construído com sucesso um protótipo desta revolucionária pulseira eletrónica.

De acordo com o calendário da empresa, em Agosto serão feitos os últimos testes e avaliações ao produto. Depois, no outono, arrancará a fase de produção e no final do ano, serão enviadas e depois comercializadas as braceletes.

Tomar o pulso à TVI24

À hora certa ou a qualquer hora, com um simples rodar do pulso, a página da TVI24 fica visível no seu antebraço. OU a emissão em direto. Aparentemente, é tão simples quanto isto, a avaliar pelo vídeo promocional.

Os criadores da Cicret garantem que a pulseira que projeta no antebraço um ecrã interativo funciona tanto com ligação a dispositivos Iphone como Android e em qualquer tipo e tonalidade de pele. Tem uma bateria removível e é resistente à água.

O design, segundo a Cicret, foi obra de dois ateliês norte-americanos e deverá haver pelo menos dois tamanhos e uma dezena de cores.