Dois pandas bebés foram maltratados pelo tratador no centro de proteção da espécie, Chengdu, na China. O vídeo tornou-se viral e foi filmado pelas camaras de videovigilância, onde se pode ver os pandas a serem arrastados.

O caso aconteceu no mês de julho, mas só agora é que o vídeo está a circular e a gerar uma onda de indignação que está a levantar preocupações sobre a crueldade animal.

O tratador dos pandas, Guo Jingpeng, defendeu-se dizendo que teve aquela reação por que eles estavam a ser violentos.

Em declarações a agência de notícias estatal, Xinhua, o tratador afirmou que no vídeo não se vê o animal a morder durante a alimentação dos mesmos.

O panda bebé mordeu-me na mão com  força. Os dentes cortaram-me a pele e a mão começou a sangrar", disse Guo Jingpeng, acrescentando que ainda era visível as cicatrizes e que se sentia injustiçado

Quando ele me tentou morder novamente, eu afastei-o. Foi o meu instinto”.

A comunidade on line afirma que nós não gostamos dos pandas. Mas escolhemos ficar e trabalhar aqui porque gostamos deles", disse o tratador a imprensa local.

Eu quero esclarecer que as imagens que estão a circular, e que mostram nós a afastarmos os animais, são uma reação natural. “

O centro de preservação já veio comentar a situação respondendo que o incidente foi “inadequado” e que ordenou que os funcionários tratassem os pandas “gentilmente” mesmo que eles tivessem comportamentos menos corretos, de acordo com a agência de notícias chinesa.

Quando vimos o vídeo pela primeira vez, pensamos que os membros da equipa foram excessivos, mesmo que não significasse malefícios para os pandas", disse Wu Xinhua, um especialista na espécie a agência de notícias chinesa.

Esperamos que as pessoas possam mostrar mais compreensão para os tratadores. Embora os pandas gigantes pareçam fofos, eles são muito fortes e podem tornar-se violentos".

Na China, os pandas são considerados um símbolo chinês e são espécies muito protegidas pelo governo.

O vídeo causou muita indignação e na internet e foram vários os comentários sobre os maus-tratos.

Não me importo com o que eles dizem, eles eram apenas bebés", escreveu Loo Jiaying, de Pequim.

Fiquei tão irritado ao ver o vídeo. Se o tratador estivesse tão preocupado com a sua segurança, por que ele não estava a usar luvas?”