O maior telescópio do mundo está em fase de conclusão na China e prevê-se que esteja operacional em setembro.

O “Five-hundred-metre Aperture Spherical Telescope” ou FAST mede o equivalente a 30 campos de futebol e foi construído dentro de escavação numa montanha no sudoeste da província chinesa de Guizhou.

O projeto tem potencial para procurar objetos estranhos no cosmos de forma a capacitar-nos de melhor compreensão sobre a origem do universo e impulsionar a busca mundial por vida extraterrestre”, disse este domingo Zheng Xiaonian, vice-presidente do Observatório Nacional de Astronomia da Academia de Ciências da China, citado pela Al Jazeera.

O FAST levou cinco anos para estar concluído e custou cerca de 180 milhões de dólares, cerca de 161,30 milhões de euros.

Xi Jinping, presidente da República Popular da China,é um dos grandes defensores do desenvolvimento astronómico chines. Entre as ambições do país está a ida à Lua até 2036 e a construção de estação espacial, cujas obras já iniciaram.