Um fenómeno incomum surpreendeu os habitantes do distrito de Songjiang, em Xangai, na China, esta segunda-feira de manhã. No céu, apareceu um arco-íris com uma forma diferente do habitual, conhecido por “arco-íris de fogo”, que se estendeu por mais de 100 metros, por cima das nuvens.

O fenómeno, que parecia um arco-íris reto, na horizontal, aconteceu por volta das 10:30 e durou cerca de 10 minutos. Muitas foram as pessoas que usaram os telemóveis para registar o fenómeno especial.

Os arcos-íris são geralmente dobrados, mas este parece estranho. Nunca vi isto antes. É muito bonito”, contou um residente local, citado pela agência Reuters.

Um meteorologista explicou, em declarações à Reuters, que o fenómeno é chamado de “cirrostratus fibratus” e que é acompanhado por um “halo lunar”, ou seja, um anel de luz.

O fenómeno de hoje é bastante raro. Foi causado pela refração da luz do sol, atingindo os cristais de gelo nas nuvens. Para simplificar, isto significa que as nuvens funcionam como um prisma que refrata a luz. No entanto, as pessoas só podem vê-la quando estão na posição certa”, referiu Sun Weifeng, meteorologista do Escritório de Meteorologia de Songjiang.

Este tipo de efeito, também conhecido como "arco circumhorizontal" é um fenómeno raro, mas já foi registado noutros sítios, como, por exemplo, em Singapura, em fevereiro deste ano. 

Na altura, a Agência Nacional do Ambiente de Singapura explicou, através do Facebook, que "os arcos-íris de fogo": “São, na realidade, halos de gelo formados pela refracção da luz do Sol (ou ocasionalmente pela luz da Lua) em cristais de gelo em forma de prato que ficam suspensos na atmosfera.”