O carro voador construído pela empresa automobilística eslovaca, Aeromobil, ficou destruído na sequência da queda durante a primeira tentativa de voo, realizada na passada sexta-feira, em Nitra, na Eslováquia. 

O Aeromobil 3.0 foi pensado para ser um carro que pudesse circular na estrada com a particularidade de, em poucos segundos, acionar uma asas que permitissem o voo a uma velocidade de 200 quilómetros por hora. 

No entanto, o sonho de criar um carro voador comercial, que seria produzido em série, acabou por não se concretizar, pelo menos desta vez, visto que na primeira tentativa de voo realizada, na passada sexta-feira, em Nitra, na Eslováquia, o veículo acabou por cair. 

Stefan Klein, o chefe de design e piloto do Aeromobil 3.0 não ficou ferido na queda.