Um grupo de cientistas escoceses desenvolveu um estudo sobre donos de cães e concluiu que quem tem cães age como se tivesse menos dez anos. Além de serem "os melhores amigos", também ajudam os donos a terem uma vida mais ativa, escreve o «Daily Mail». E, curiosamente, o efeito tónico transmitido pelos animais, não está diretamente ligado ao tempo e à distância que os donos caminham com os cães.

Zhiqiang Feng, da Universidade de St. Andrews, um dos responsáveis pelo trabalho, explicou ao «Daily Mail» que quem tem um cão em casa «tem uma atividade física equivalente à de uma pessoa dez anos mais nova». E isto é válido para qualquer idade ou sexo. É como se atrasasse o relógio biológico do ser humano.

Apesar de não dar dez anos de vida, é muito benéfico, porque obriga a pessoa a levantar-se, sair e movimentar-se mais. Quem tem cães «mexe-se mais 12%» do que quem não tem. Além do lado físico, os animais também contribuem para uma melhor saúde mental. Zhiqiang Feng garante que «quem tem animais de estimação tem níveis mais baixos de depressão e ansiedade».

Segundo o mesmo estudo, os benefícios de ter um cão em casa são maiores e mais significativos para pessoas a partir dos 65 anos de idade. E Porquê? «Por que aumentam o nível do exercício físico, tornam o dono mais sociável e transmitem uma sensação de maior segurança».