A empresa de tecnologia Google anunciou na quinta-feira a ativação de um cabo de Internet submarino de alta velocidade de nove mil quilómetros entre os Estados Unidos e o Japão, em que estava a trabalhar desde 2014.

O cabo, batizado com o nome “Faster” (mais rápido), tem uma velocidade de 60 terabyte por segundo, dez milhões de vezes mais rápido que o típico modem e custou 300 milhões de dólares (cerca de 270 milhões de euros).

“Os utilizadores de Internet e nossos clientes no Japão devem ter notado que as coisas acontecem um pouco mais rápido. O nosso cabo submarino Faster entre o Japão e os Estados Unidos entrou hoje oficialmente ao serviço”, afirmou através da Google Plus o vice-presidente da infraestrutura da Google, Urs Holzle.