O Departamento de Justiça norte-americano criou uma gigantesca base de dados de matrículas e imagens de veículos em tempo real que permite à agência antidroga vigiar centenas de milhões de condutores, noticiou o «Wall Street Journal».

O diário económico revelou que o programa de registo de matrículas nos Estados Unidos é muito mais extenso e acessível do que se suspeitava até agora, e permite seguir os movimentos dos veículos por todo o país, o que questiona o seu respeito pelo direito à privacidade.

O principal objetivo do programa é a luta contra o tráfico de droga e o contrabando e o confisco de veículos e dinheiro vinculados a organizações de traficantes de droga, se bem que a base de dados também seja usada em casos de rapto e violação, como escreve a Lusa.