Os ‘drones’ civis estão a tornar-se uma “real e crescente” ameaça para a segurança da aviação comercial, advertiu hoje a Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA), instando à definição de regulamentação antes que ocorram acidentes.

O diretor-geral da IATA, Tony Tyler, afirmou que a ameaça que os aviões não tripulados representam está ainda a evoluir, por as pessoas terem ainda só começado a descobrir o potencial da tecnologia.

“Eu estou tão animado como vocês estão relativamente à ideia de ter uma pizza entregue por um ‘drone’”, disse Tony Tyler, durante uma conferência sobre aviação em Singapura, chamando a atenção, por outro lado, para o reverso da moeda.