A NASA deu a conhecer, na passada sexta-feira, o seu novo projeto, um avião elétrico, com uma asa que comporta 14 motores.

O novo aparelho, designado X-57, e também conhecido como “Maxwell”, em honra do físico escocês James Clerk Maxwell, foi apresentado no Instituto Americano de Aeronáutica e Astronáutica, em Washington.

"Maxwell" difere de todos os outros por ser um avião monolugar com 14 motores elétricos nas asas, o que o torna mais eficiente do que os outros aparelhos por poder alcançar velocidades cruzeiro superiores a custos inferiores, reajustando os níveis de consumo de combustível e reduzindo o ruído.

O objetivo dos investigadores é provar que a utilização de tantos motores pode reduzir a energia necessária para atingir uma velocidade cruzeiro de aproximadamente 281 km/h.

A agência tem vindo a trabalhar no desenvolvimento deste modelo de aviões há já algum tempo, mas os testes de voo não terão início antes de 2020.