A Câmara de Cinfães pretende em 2010 prestar um melhor serviço aos munícipes, através de um projecto que permitirá realizar um cada vez maior número de tarefas em formato digital, noticia a Lusa.

Denominado Cinfães Digital XXI, o projecto está orçado em 226.400 euros, cabendo metade à autarquia e o restante ao Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

«Apesar de os tempos serem de crise, temos de fazer um esforço para concretizar o que é prioritário. E este é um projecto prioritário, porque temos equipamentos um pouco obsoletos, há necessidade de nos actualizarmos, sob pena de perdermos o comboio», justificou à Agência Lusa o presidente da autarquia, Pereira Pinto.

O objectivo é «promover a qualidade, eficiência e eficácia dos processos internos» usando cada vez menos o formato de papel e permitir aos munícipes receberem informações online.

«Em 2010 este projecto já deverá estar em velocidade cruzeiro, ainda que haja situações mais rápidas do que outras», explicou o autarca.

Uma das vertentes do projecto é a criação de um balcão único, suportado numa plataforma electrónica.

«O objectivo é que as pessoas não sejam obrigadas a andar de divisão em divisão. Haverá dois funcionários que terão acesso a toda a informação, seja ela das águas, do saneamento ou dos transportes escolares», referiu.

A Câmara de Cinfães terá de comprar uma plataforma de gestão documental e de processos e base de dados, com valor estimado em 72.500 euros.

A aquisição deste equipamento será feita por ajuste directo.