O Twitter criou uma nova ferramenta que vai facilitar denúncias às autoridades, em casos de perseguição e ameaça.

Os utilizadores que queiram denunciar tweets abusivos têm agora a opção de receber um email que resume o tweet, que indica a data em que foi enviado e que fornece outras informações que podem ser relevantes para a aplicação da lei.



Ainda assim não é claro o impacto desta nova ferramenta, já que o relatório enviado não fornece informação que o utilizador não consiga encontrar por si próprio. Para já, a nova ferramenta poupa tempo aos utilizadores e facilita o processo de denúncia em momentos que podem ser de stress e fragilidade emocional.

A rede social norte-americana apresentou também um conjunto de novos princípios para funcionários e autoridades, que definem as políticas da empresa no que diz respeito aos pedidos de informação privada de utilizadores e aos pedidos de informação com caráter de urgência.

Esta atualização é a última de uma série que a rede social fez recentemente para combater as ameaças e os abusos.

O presidente executivo do Twitter, Dick Costolo, admitiu numa reunião interna, divulgada depois nos media, que a empresa precisa de definir práticas e atuações para lidar com as situações de abuso na rede social.