O rato do computador que Steve Jobs, o fundador da Apple, usava há 30 anos, foi encontrado numa cápsula do tempo, segundo um anúncio feito esta segunda-feira.

Considerado uma verdadeira relíquia, o rato usado no Lisa, um dos primeiros computadores da Apple, há muito que era procurado.

Uma equipa do National Geographic descobriu finalmente onde estava enterrada a caixa, algures em Aspen, nos Estados Unidos.

A cápsula do tempo foi enterrada em 1983 após uma conferência em que Steve Jobs participou. A caixa deveria ter sido aberta em 2000, mas tal não aconteceu e os organizadores da conferência perderam a localização de onde a cápsula tinha sido colocada.

Qual peça de museu, o rato estava junto com algumas fitas VHS e com seis latas de cerveja. E por quê? O presidente da conferência, responsável por colocar a bebida na caixa, terá dito: «Quem desenterrar isto estará suado e irá apreciar uma cerveja», conta o site CNET.