A próxima versão do iPhone da Apple deverá  vir equipada com uma função de reconhecimento facial, para desbloquear o telemóvel, e deverá ter também um novo design, com o ecrã a ocupar praticamente toda a superfície do aparelho. A informação é adiantada pelos técnicos que estão a desenvolver a pré-versão do software do novo iPhone, Steve Troughton-Smith e Guilherme Rambo.

A função de reconhecimento facial, o Pearl ID (nome de código) irá desbloquear o telemóvel com a cara, mesmo em condições de pouca luminosidade, porque recorre a infravermelhos, ou até com a cara meia tapada e em quase qualquer ângulo.

A Apple não é a primeira empresa a usar reconhecimento de rosto como meio de desbloquear dispositivos e identificar os utilizadores. O Galaxy Note 7, da Samsung, já pode ser desbloqueado com os olhos, porque tem incorporado um “scanner de íris” com infravermelhos. Essa função foi também introduzida no Galaxy 8.

Outra das características do novo iPhone é um ecrã que vai cobrir quase a totalidade da parte frontal do equipamento, exceto uma área no topo para a coluna, o sensor de luminosidade e a câmara. O dispositivo deixará, assim, de ter o Touch ID (o leitor de impressões digitais), uma vez que um ecrã que cobre a parte frontal do telemóvel impede a existência do botão tradicional da Apple.

Estas novas informações confirmaram o design do dispositivo de que já se suspeitava na internet e que já tinha sido divulgado em vídeos.

Se a nova versão do iPhone for lançada com estas novas características, de reconhecimento facial e o novo design de ecrã inteiro, vai marcar a maior mudança no smartphone da Apple, desde a introdução de ecrãs maiores em 2014, com o iPhone 6 e 6 Plus.

De acordo com o The Guardian, Steve Troughton-Smith e Guilherme Rambo afirmaram que aparelho poderá chamar-se “iPhone 8”, “iPhone X” ou “iPhone 10”.

Os técnicos esperam que o dispositivo seja apresentado já em setembro, mas apenas deverá chegar ao mercado no fim do ano. Desde 2012, que a Apple tem apresentado novas versões de iPhone anualmente, sempre em setembro.