A UTAD disse hoje, em comunicado, que o “MyCarMobile” é um “processo inovador que procura soluções mais eficientes para ajudar cidadãos surdos a ultrapassar as dificuldades de comunicação com os serviços de assistência”.


“Este protótipo fornece uma interface de intermediação iconográfica para relatar os sinistros rodoviários, sem envolver áudio, tornando assim o processo acessível a pessoas surdas ou limitações de comunicação verbal, que podem fazer o relato seguindo fluxos, com os simples toques no ecrã tátil do smartphone”, explicou o investigador da UTAD, Hugo Paredes.