Uma empresa norte-americana está a desenvolver uma aplicação a partir de um sensor, capaz de identificar o envio de mensagens a partir de um telemóvel. Desta forma, as autoridades irão ser capazes de monitorizar os condutores, sem precisarem de estar ver o seu comportamento.

Sempre que usamos o telemóvel são emitidas radiofrequências, que alternam consoante a comunicação que estabelecemos. Um sensor desenvolvido por uma empresa da Virgínia, EUA, a ComSonics, é capaz de identificar essas frequências. Agora a empresa procura desenvolver uma aplicação móvel, para otimizar as funcionalidades do aparelho e que possa ser usado como radar.

Se a policia não conseguir rastrear um carro através do radar vulgar, poderá usar este sensor para perceber se o condutor está a mexer no telemóvel.

O «Daily Dot» salienta que «o aparelho só pode ser usado para detetar um sinal de um telefone que esteja a ser usado para determinado fim, ele não é capaz de gravar ou reproduzir o conteúdo. Está simplesmente desenhado para captar».

A mesma fonte sublinha, no entanto, que em caso do veículo estar ocupado por mais do que uma pessoa, pode ser difícil provar qual telemóvel que emitiu o sinal.