Angus Deaton, laureado pela academia com Nobel da Economia 2015, é bem conhecido da comunidade científica. E sabe como chegar aos colegas, e ao público em geral.

Como exemplo, mostramos-lhe um vídeo do professor, filmado há dois anos, numa conferência do Development Research Institute na Univertsidade de Nova Iorque.

Angry Birds Economics from NYU Devt Research Institute on Vimeo.



Angus Deaton começa por dizer que o meio de encontrar o que funciona é experimentar o erro. E dá como exemplo o jogo dos Angry Birds, onde se podem ver cinco porcos verdes e os pássaros zangados que estão em fila, em frente a uma fisga. O objetivo é, claro está, lançar os pássaros para que estes acertem nos porcos.

“Isto é sujeito às leis da física, no geral. Mas não basta”. Deaton lembra que é preciso tentar, e errar, até acertar na velocidade, ângulo e direção para chegar ao objetivo.

“Uma criança pode aprender isto. A minha neta pode aprender isso em 5 minutos. E ela não precisou de fazer qualquer equação”


Deaton sublinha que desde a Revolução Industrial, passando pela medicina, tudo foi feito através de “tentativa-erro”.