Um robô dotado com inteligência artificial submeteu-se ao exame chinês de acesso à universidade, no qual participam 9,4 milhões de estudantes, mas só obteve 70 por cento na classificação final.

De acordo com a imprensa chinesa, o robô AI-MATHS submeteu-se ao "gaokao" em Matemática, em Chengdu, na província de Sichuan.

Demorou apenas 22 minutos a concluir um teste de Matemática e obteve 105 pontos em 150, uma nota de 70%, que é insuficiente para conseguir uma vaga nas melhores universidades chinesas.

O AI-MATHS é um sistema concebido pela Universidade Tsinghua, de Pequim, e pela empresa de computação em nuvem Zhunxingyunxue.