Um tribunal de recurso norte-americano ordenou a retirada de um filme anti-islâmico do Youtube, na sequência de um processo interposto por uma atriz que alega ter sido enganada para aparecer.

O surgimento de «A Inocência dos Muçulmanos» em 2012 no site de partilha de vídeos do Google provocou incidentes violentos, mas o processo judicial em causa está relacionado apenas com uma das estrelas do filme.

A atriz norte-americana Cindy Lee Garcia avançou com um processo alegando ter sido enganada para aparecer no filme, desconhecendo o seu conteúdo antimuçulmano provocador, e ter recebido ameaças de morte em consequência disso.