A versão LTE dispensa o telemóvel propriamente dito. E também tem o seu próprio sistema operativo, vê-se no alinhamento das aplicações. A piada aqui é podermos controlar desde já o Audi, se o tivermos, a partir do próprio relógio.

De resto o que não falta aqui são carros conectados, como eles dizem. Abri o vidro, abri a porta. Cada vez mais marcas têm ligação permanente à Internet. Segurança (está aqui a apitar), a ver se estamos em condições de conduzir, sono, consumos, trancar, através do telefone, do relógio. Cada vez mais, não faltam aqui, muitas marcas com ligação permanente à Internet. Isto é “a Internet de todas as coisas".
 
Não são só os carros, os Lamborghinis, os Panameras, os outros todos, híbridos ou completamente eléctricos, ou mesmo as bicicletas ligadas à rede com que a Ford anda a medir os nossos comportamentos no trânsito e a tentar adivinhar o que vamos mesmo precisar no futuro.

SMART CITIES

A Internet quer mesmo estar em todo o lado, moldar as nossas cidades, torná-las melhores para o ambiente e melhores para nós, sustentáveis, com gestão de energia, de tráfego.

Há aqui espelhos inteligentes que nos vêem a cara de manhã e nos dizem em que estado está a nossa pele, que cremes fazem falta, onde se compram, vídeos a mostrar como se aplicam, tudo no espelho. Há urinóis que nos fazem análises e um checkup completo quando vamos à casa-de-banho.

Há até, não se riam, uma escova de dentes toda electrónica e com bluetooth, para ligar ao nosso telemóvel.

As pessoas deviam escovar os dentes duram dois minutos, mas duram só 45 segundos. A escova controla a qualidade da higiene dentária, diz se já esfregaste muito de um lado e pouco do outro. Até avisa se estás a esfregar com força demais. Se te esqueceste da língua.

VEJA MAIS EM NXT - O PRÓXIMO PASSO