A vida na Terra pode ter começado em Marte. De acordo Steven Benner, do Instituto de Ciência e Tecnologia de Westheimer (EUA),na Conferência de Goldschmidt, em Florença, a forma como os átomos se juntaram pela primeira vez para formar os três componentes moleculares dos seres humanos - ARN (ácido ribonucleico), DNA e proteínas - sempre foi alvo de especulação académica.

Acredita-se que o ARN foi o primeiro a surgir na Terra, há mais de três biliões de anos, formado por átomos que têm de ser alinhados de forma especial em superfícies cristalinas de minerais. No entanto, estes minerais tinham-se dissolvido nos oceanos na Terra, mas eram abundantes em Marte.

Steven Benner sugere assim que a vida surgiu em Marte e que seguiu para a Terra em meteoritos.

Na conferência em Florença, o cientista apresentou resultados sugerindo que minerais que contêm elementos como boro e molibdénio são fundamentais na formação da vida a partir dos átomos.