Um café alcoólico, desenvolvido por investigadores portugueses figura entre as 25 melhores invenções de 2013, na categoria de... entretenimento.

A revista «Time» lançou uma lista das melhores invenções do ano. São 25 novas ideias ou produtos que incluem uma nave comercial e um exosqueleto, que promete devolver o andar a tetraplégicos estão entre as melhores.

As 25 invenções foram divididas em várias categorias que vão desde o «extremamente divertido» à «revolução mundial».

Na categoria do entretenimento, ainda que pouco revolucionárias, estão inovações como os carros de brincar que se conduzem a partir do telemóvel, ou o café alcoólico. Este último, uma bebida desenvolvida por investigadores portugueses e espanhóis, baseada na fermentação de grãos de café usados, e que permitiu obter uma bebida baseada no café habitual, mas com 80% de álcool, similar à vodka ou tequila.

Dentro dos «extremamente divertidos», temos, entre outros, uma mota completamente elétrica apelidada de mission r. É um motociclo que consegue chegar dos 0 aos 100km/h em apenas 3 segundos, que atinge uma velocidade máxima de 240km/h, e ainda faz 225 quilómetros com apenas uma carga,tudo com 0 emissões.

Já que estamos nos veículos, na categoria dos «interessantes» temos um novo modelo da Volvo, que ainda se encontra em desenvolvimento, mas que promete vir a ser o primeiro carro a recarregar a sua energia com recurso a um painel solar que se guarda na bagageira.

Na mesma categoria, ainda encontramos um lápis capaz de funções semelhantes às de uma impressora 3D, isto é, com o 3Doodler vai poder desenhar em 3 dimensões numa qualquer superfície.

Há ainda a concretização em ratinhos de laboratório da premissa do filme «Inception». Investigadores conseguiram implantar falsas memórias nos cérebros destes animais e prometem trazer um avanço significativo no tratamento de traumas em humanos.

Por fim, temos nas categorias de «grande importância» e «revolução mundial»,a SpaceshipTwo, a primeira nave espacial comercial do mundo, que promete levar alguns afortunados ao espaço pela quantia de 250 mil euros, já em 2014, e o Rewalk, um exosqueleto já disponível na Europa que através de sensores que preveem movimentos, permitem que até um tetraplégico (como é o seu inventor) consiga voltar a andar.

Para ver a lista completa clique aqui.