Foi descoberta uma nova espécie de golfinho primitivo, um possível antepassado do golfinho do rio. Um crânio descoberto no Equador possibilitou essa identificação, segundo um estudo hoje divulgado na publicação científica PLOS One.

A espécie Urkudelphis chawpipacha terá vivido na época do Oligoceno, há entre cerca de 34 milhões de anos e 23 milhões de anos.

As suas características faciais distinguem-na de outros golfinhos que existiam na mesma época geológica.

Segundo os autores do estudo, conduzido por investigadores do Museu de História Natural de Osaka, no Japão, o pequeno crânio encontrado terá pertencido a um antepassado dos golfinhos do rio, sendo um dos poucos fósseis de golfinhos do Equador.

Os peritos sugerem que várias espécies de cetáceos do Oligoceno viviam em águas tropicais.