Um menino de nove anos candidatou-se a à vaga de emprego divulgada na semana passada pela NASA e que tem como missão proteger a Terra de seres extraterrestres. A carta da criança, escrita à mão, foi divulgada pela agência espacial norte-americana. 

Jack Davis, de Nova Jérsia, não se coibiu de responder ao anúncio da NASA, apesar da tenra idade. No texto, a criança descreve-se como um "Guardião da Galáxia" e defende que é a pessoa indicada para o trabalho pois "viu muitos filmes sobre o Espaço e extraterrestres". 

Mais, o menino diz que, como é muito novo, ainda pode "aprender a pensar como um extraterrestre".

Cara NASA,

Chamo-me Jack Davis e gostava de me candidatar à oferta de trabalho que têm para Diretor de Proteção Planetária. Posso ter nove anos, mas acho que sou indicado para este trabalho. Uma das razões é o facto de a minha irmã dizer que sou um extraterrestre. Também vi quase todos os filmes sobre o Espaço e extraterrestres que consegui. Também vi o programa "Marvel Agents of Shield" e espero ver o filme “Homens de Negro”. Sou ótimo em videojogos. E sou novo, por isso consigo aprender a pensar como um extraterrestre", lê-se na carta de Jack.

Jack Davis não conseguiu o emprego, mas conquistou as atenções da agência espacial, que o convidou, também por carta, para fazer uma visita às instalações. 

Além deste convite, o menino recebeu um telefonema de Jonathan Rall, diretor de Investigação Planetária da NASA, que lhe agradeceu o interesse demonstrado.