A Apple transmite, pela primeira vez, através do Twitter a apresentação das novidades da marca. O evento teve início às 18:00 (hora de Portugal) e traz a público algumas das coqueluches da marca.

A primeira novidade é um novo Apple Watch Series 4 cheio de novas funcionalidades: um novo microfone - que aumenta a qualidade do som em 50% -, um acelerómetro, um giroscópio mais rápido e fiável - que vai permitir detetar quedas do utilizador -, e o controlo de batimentos cardíacos - funcionalidade esta aprovada pela FDA.

Dois novos iPhones

Depois do melhor smartwatch - palavras de Tim Cook - foi hora de apresentar o que o mundo inteiro aguardava: o iPhone Xs, o novo smartphone da marca.

Com um display superior ao do iPhone 8 Plus, mas com um tamanho total inferior, a marca apresentou o novo smartphone numa única palavra: "gorgeous". Até porque, vem em dois tamanhos - iPhone Xs e iPhone Xs Max -, numa nova cor, e com um display "que muitos utilizadores vão amar".

“Ver vídeo [no iPhone Xs Max] é como ir ao cinema, pesquisar na Internet é mais fácil, utilizar os mapas também. Também foi pensado para editar vídeos, criar canções e jogar”, afirmou Phil Schiller, vice-presidente do marketing mundial da Apple.

Resumidamente, a marca aprimorou o smartphone mais aguardado da Apple - a versão aniversário foi lançada no ano passado - e deu-lhe um novo tamanho e novas funcionalidades, assim como um novo chip: o A12 Bionic, a nova geração de um sistema baseado em ARM de 64 bits num chip.

Quando a especificidades, o novo iPhone tem uma nova câmara TrueDepth, que permite editar a profundidade de uma fotografia depois de ela ter sido tirada, melhorou a identificação ID, tem melhor bateria, melhores condições sonoras, melhor qualidade do vidro, possibilidade de ter dois cartões SIM de operadoras diferentes, é resistente à água e à queda e tem até 512 gb de memória.

Quanto a preços, o iPhone Xs, com ecrã de 5,8 polegadas, está disponível a partir de 1179 euros, enquanto no iPhone XS Max, com ecrã de 6,5 polegadas, os preços começam nos 1279 euros.

iPhone Xr

E aí está o terceiro iPhone, tal como as revistas da especialidade previam. Chama-se iPhone Xr (e não SE como os anteriores) e apresenta-se com cores mais ousadas: branco, preto, azul, coral, amarelo e encarnado.

O novo iPhone "acessível", que ainda assim deverá ser caro, junta componentes do iPhone X e do 8: o ecrã é LCD de “Liquid Retina”, de 6,1 polegadas, a câmara é como a do 8, o ecrã igual ao X - controlado por gestos e sem botão home.

Os preços começam nos 879 euros e o telemóvel estará disponível nas versões 64gb, 128gb e 256gb.

Outras novidades

Outra das novidades aguardadas pelos consumidores era de quando o novo iOS iria ficar disponível. De acordo com a marca, a partir de 17 de setembro vai ser possível atualizar os aparelhos com o iOS12, anunciado em junho passado.

Quando ao HomePod, vai passar a poder fazer chamadas, pesquisar músicas através das letras e encontrá-lo em qualquer ponto da casa. Para os utilizadores que tenham dois aparelhos, eles interligam-se para uma melhor qualidade de som.

Já o novo sistema operativo - Mac OS Mojave - para os computadores da Apple é lançado a 24 de setembro.