A Google não é só um motor de busca e tal foi a expansão que trilhou ao longo dos anos que acaba de anunciar uma nova estrutura operacional. E isto acaba por mudar radicalmente a forma como conhecemos a empresa hoje, porque nasce a Alphabet. E a ideia é que G is for Google, como começa por explicar um dos cofundadores, Larry Page, em comunicado. A Google é, apenas, um letra do alfabeto. Há muito mais por e para explorar. 



Facilmente contabilizamos os negócios da Google: temos o Gmail, o Google Maps, o Chrome, o YouTube, o Android.

Ou pensamos que fazemos as contas facilmente, mas a verdade é que também a Life Sciences, que desenvolve lentes de contacto com sensores e a Calico, dedicada ao estudo da longevidade, também fazem parte, bem como a Google Capital. E passam a integrar igualmente a Alphabet, que já tem site e tudo.

A empresa quer assim expandir áreas de negócio, incluindo de acesso à internet ou, por exemplo, na área da saúde.  

Esta mudança é uma estratégia para aliciar investidores, oferecendo-lhes mais visibilidade e ambição com a nova holding.

A nova estrutura permitirá uma clareza maior sobre como o Google investe em vários negócios, como os carros sem motorista, o serviço de internet de alta velocidade e as tecnologias relacionadas com a saúde.

No comunicado em que anuncia a Alphabet, Larry Page recorda o que escreveu na carta original com o outro fundador, Sergey, já lá vão 11 anos: "A Google não é uma empresa convencional". E diz que as áreas tidas como "menores", que podem parecer negócios "muito especulativos ou mesmo estranhos", nunca foram temidas.

"Nós sempre nos esforçámos para fazer mais, e fazer coisas importantes e significativas com os recursos que temos. Fizemos um monte de coisas que pareciam uma loucura naquele momento".


Muitas delas, frisa, têm agora mais de mil milhões de utilizadores, como o Google Maps, YouTube, Chrome e Android. "E não paramos aí".
 
A Google continua a ser a maior. Agora passa é a ser uma subempresa. A Alphabet é basicamente uma agregadora, com o objetivo claro e assumido de ganhar maior escala de gestão, executando negócios de forma independente que podem nem estar muito relacionados entre si.  

E isso será feito com um administrador executivo (CEO) em cada uma dessas empresas. "Alphabet é sobre negócios que prosperam através de líderes fortes e independência". Fica a promessa de uma nova era. 
 
Alfabeto Inc. vai substituir a Google Inc. como a entidade de capital aberto e todas as ações da Google serão automaticamente convertidas. Para todos os efeitos, a Google morre para a bolsa e nasce um novo membro.

Os investidores parecem ter acolhido bem a notícia, dado que os títulos da Google chegaram a subir 5,8% esta segunda-feira.