A cada ano que passa, a realidade fica mais próxima de alguns filmes de ficção científica. Os telemóveis estão mais inteligentes que nunca, as portas já não precisam de chaves, os carros sem condutor já existem, as impressoras já constroem objetos (até armas) e os relógios de ponteiro estão prestes a tornar-se objetos obsoletos. 2013 foi um ótimo ano para a tecnologia, conheça as 10 melhores inovações do ano.

Google Chromecast

A «Time» chamou-lhe a invenção do ano. O Chromecast é um pequeno dispositivo, parecido com uma pendrive USB, que permite o transporte de ficheiros de um computador, tablet ou smartphone, para uma televisão. Sem fios e sem complicações, basta introduzir o chromecast na porta HDMI do seu televisor para poder largar todos os outros dispositivos e fixar-se num só ecrã. O sistema foi pensado para operar como recetor de serviços de streeming, como o Youtube, Google Play, Netflix, entre outros, e transportá-los, por Wi-Fi, para a televisão da sua sala de estar. Para já ainda não está à venda em Portugal, mas pode ser encomendado da loja da Amazon dos EUA por 35 dólares (cerca de 25 euros).

Google Glass

Este é um dos gadgets que faz os filmes de ficção científica parecerem mais próximos da realidade. A tecnologia «vestível» está aí, e a prova são os óculos inteligentes da Google, que entre capacidades como pesquisas, tirar fotografias, gravação de vídeo e disponibilização de mapas, promete, até, ajudar os cegos a andar pela cidade e a identificar objetos. Os óculos «maravilha» só vão chegar às lojas no próximo ano, mas se não depender só do preço (custarão cerca de 1500 dólares, cerca de mil euros) não vão estar nas prateleiras durante muito tempo.

Smartwatch

Não se admire se daqui a alguns anos vir um relógio de ponteiros como o seu à venda numa loja de antiguidades. Os relógios digitais podem não ser uma novidade, mas os novos ¿smartwatches¿ (ou relógios inteligentes) prometem, sem dúvida, trazer uma nova vida ao seu pulso. O mais popular talvez seja o «Pebbe», lançado em março deste ano, mas marcas como a Sony ou a Samsung já apostaram nesta nova tecnologia vestível. No caso do «Pebbe», com a ajuda de um telemóvel Android ou iOS, é possível receber mensagens e notificações de redes sociais, ter vários jogos e aplicações e personalizar o seu relógio para que se torne único, tudo no seu pulso.

Fechaduras inteligentes

Outro sinal da instalação de projetos futuristas no presente são as fechaduras domésticas inteligentes. São já várias as marcas que prometem trazer para o mercado uma fechadura segura e que não necessita de chaves, a maioria a operar com recurso a um telemóvel. É o exemplo do «Kwikset» da Kevo, uma fechadura que abre automaticamente com um toque, com a aproximação do telemóvel do dono. Veja o vídeo aqui (LINK)

Nova geração de consolas: Xbox One e PS4

A «guerra» entre Microsoft e Sony continuou em 2013 com o lançamento das duas novas consolas de nova geração, a Xbox One e PS4. Esta última, a única destas duas já disponível em Portugal, tem melhores gráficos que qualquer outra consola, mas por sua vez, a concorrente da Microsoft vem com um melhorado sistema Kinect que reconhece comandos de voz e permite, até, realizar videochamadas por Skype. Qualquer uma é mais que uma consola, são autênticos computadores de sala de estar.

Carregue AQUI para ler a continuação do texto