Desde o ano passado que a Google permite gravar tudo o que dizemos ao telemóvel e reproduzir essas gravações posteriormente.

O motor de busca de voz da gigante tecnológica grava e mantém as conversas feita através do smartphone de uma forma rápida. Até porque qualquer um de nós já utilizou inúmeros comandos de voz: ligações, mensagens, dúvidas relacionadas à localização, itinerários, lembretes e alarmes, pesquisas diversas, tradução de palavras ou frases, previsão do tempo, e outras.

De acordo com o jornal britânico Independent, esta funcionalidade poderá permitir à Google aperfeiçoar os sistemas de reconhecimento de voz e o produto final que oferece aos utilizadores.

À partida, todos os dados são privados, ou seja, só o próprio poderá aceder à informação gravada. E devemos também acreditar que não será feita qualquer utilização dessa informação mas, de qualquer modo, não é pacífico que todos os utilizadores de smartphones se sintam confortáveis com a situação.

A boa notícia é que, ao mesmo tempo, o sistema permite apagar, de uma forma rápida, toda a informação captada. O que é feito através de uma página especial que agrega toda a informação que o motor de busca tem sobre cada um de nós.

É possível aceder à funcionalidade através de https://history.google.com/history/audio e observar a longa lista de gravações.

A empresa tem uma página específica para áudio e outra para atividade na internet, que mostra a lista de todos os sites onde cada um de nós esteve e a Google gravou.

Na página para áudio, poderá ver todas as gravações mas primeiro terá que ativar a sistema.

Além de informação sobre a forma como o som foi gravado – através da app da Google ou qualquer outra –  encontrará a transcrição do que foi dito, se o motor o transcrever para texto corretamente.

O jornal britânico diz, no entanto, que talvez a maior vantagem de visitar esta página seja apagar tudo o que o utilizador não quer. Isso pode ser feito selecionando gravações específicas ou apagando tudo de uma vez.

Para apagar ficheiros em específico, pode clicar na “check box” – na versão inglesa - à esquerda e depois voltar ao topo da página e selecionar “delete”. Para se ver livre de tudo, pressione o botão “More”, selecione “Delete options”, e depois “Advanced” e clique.

O portal foi lançado em Junho de 2015, o que significa que deve estar cheio de conversas incluindo as mais privadas.

Se têm um smartphone com o sistema Android a possibilidade de ter sido gravado aumenta já que o sistema pode ser ativado dizendo apenas “"OK, Google".  

A forma mais fácil de impedir a Google de gravar tudo é desligar o assistente virtual e nunca utilizar a pesquisa de voz.