Um grupo de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) desenvolveu um sistema eletrónico de transmissão de dados para motociclos, que se ativa automaticamente quando há um acidente, anunciou hoje fonte académica.

O sistema permite o envio de um alerta, em tempo real, para as unidades de saúde, com a informação do local e dados médicos da vítima, sendo concebido para ser aplicado em qualquer tipo de motociclo, independentemente da marca ou da idade.

O objetivo é possibilitar uma assistência médica mais rápida em caso de acidente e ajudar a diminuir drasticamente as eventuais sequelas dos ferimentos nos motociclistas.

Em caso de acidente, são enviadas para os centros de apoio médico as coordenadas geográficas do local da ocorrência, juntamente com informações sobre o condutor, previamente associadas a uma base de dados interna.

“O sistema que desenvolvemos permite aos técnicos das unidades médicas observarem o histórico de acidentes e os dados pessoais do condutor, como o tipo de sangue, problemas de saúde ou os medicamentos que toma atualmente, além de possuir um mapa onde apresenta o local do acidente”, explica José Santos, investigador do Departamento de Engenharia Mecânica, na nota de imprensa em que é divulgado o novo sistema eletrónico.

A invenção da Universidade de Aveiro vem ao encontro da legislação da União Europeia que prevê, a partir de 2018, a instalação de dispositivos automáticos de chamadas de emergência nos veículos motorizados.

José Santos salienta como vantagens sobre soluções já existentes “a facilidade na deteção do acidente e a versatilidade que permite a custos reduzidos a implementação do sistema em diversos modelos de motociclos”.