Os talibã divulgaram, esta quarta-feira, as fotografias dos homens que levaram a cabo o ataque a uma escola no Paquistão, na terça-feira, e que culminou com a morte de 132 crianças. Os terroristas confirmaram a intenção de continuar com ataques do género e afirmaram ter pedido a morte da Nobel da Paz Malala Yousafzai.

De acordo com o «Daily Mail», nas imagens divulgadas pelo grupo terrorista, podem ver-se seis homens armados, com uma bandeira islâmica nas costas.



Num email divulgado esta quarta-feira, o porta-voz da organização, Mohammad Khurasani, justificou o ataque dizendo que se tratou de uma retaliação contra as ações do exército paquistanês que, afirmou Khurasani, tem tirado a vida a várias crianças inocentes.

Mohammad Khurasani prometeu continuar com o mesmo tipo de ataques e pediu a todos os paquistaneses para se manterem afastados das instituições militares.

«Ainda somos capazes de realizar ataques de maior dimensão. Isto foi apenas uma demonstração», avisou.